Referências na ABNT? A gente ajuda!

Conheça 5 ferramentas que simplificam a lista de referência de TCC’s e trabalhos acadêmicos

As referências de um trabalho acadêmico devem seguir a padronização da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). Elas servem para identificar e localizar os documentos que validam as informações do texto e são importantes para artigos científicos, monografias etc. No entanto, as normas da ABNT podem confundir os estudantes, devido à grande quantidade de regras.

Para facilitar, a lista abaixo traz algumas dicas de como descomplicar tudo isso. Basta fornecer alguns dados como nome do texto, ano de lançamento e autor para que a referência seja feita automaticamente, segundo as normas da ABNT.

1. Gerador de referências nativo do Microsoft Word

O Microsoft Word melhorou os recursos da aba “Referências”, justamente para facilitar a vida dos usuários. Também conta com um assistente para criar uma “biblioteca” bibliográfica, com configurações adequadas à ABNT e prontas para serem utilizadas não só na seção de referências, mas também em citações.

No entanto, apesar de ajudar muito a organizar melhor a padronização do documento, a disposição dos itens nas referências não segue as orientações exatas da Norma Brasileira (NBR) 6023. A biblioteca criada também serve como um repositório de citações e referências, que será salvo no suíte do Microsoft Office, porém o sistema de visualização é muito simples e pouco prático para o usuário.

2. Mendeley: plugin para Word

O Mendeley é uma plataforma com programa, app e plugins para ajudar os usuários a montarem suas próprias bibliotecas virtuais de artigos científicos e trabalhos acadêmicos. Como faz parte de uma das maiores empresas mundiais de informações científicas e técnicas, grande parte dos documentos importados tem os dados essenciais para referências, extraídos de renomados repositórios da ciência.

O gerador de referências do Mendeley também pode funcionar como um plugin para Microsoft Word, mas exige a instalação do programa. O sistema de importação de citações e referências é fácil de usar e é adequado à ABNT. Porém, qualquer referência que não esteja na biblioteca do aplicativo ou que seja mais moderna, como vídeos no YouTube, sites etc., exige grandes intervenções do usuário. Link para download: https://www.mendeley.com/download-desktop/

3. EasyBib: complemento para Google Docs

O gerador de referências importa a maior parte dos dados do Google Acadêmico e de outras bases de dados. No entanto, apesar de padronizar muito bem os itens de acordo com as NBR 6023 e 10520, o EasyBib impede qualquer edição de informações em sua biblioteca.

Link para acesso: https://scholar.google.com.br/

4. Zotero: plugin para Word

O Zotero é um programa de código aberto criado justamente para gerenciar dados bibliográficos e materiais relacionados a pesquisas. Com um plugin bem simples e funcional para Microsoft Word, o software também pode funcionar como um gerador de referências.

A ferramenta pode indicar citações nos textos, criar bibliotecas bibliográficas e importar informações de trabalhos acadêmicos e artigos científicos de bases de dados. O serviço está adequado à ABNT e permite que novos itens das referências sejam inseridos manualmente ou importados por browser, além de editados a qualquer momento.

5. Menthor: plataforma online formata em ABNT

Criado justamente para gerenciar referências segundo a ABNT, o Menthor é a ferramenta mais adequada às últimas atualizações das NBR 6023 e 10520. A plataforma só funciona online em navegadores, exige um cadastro de usuário e é voltada exclusivamente para a normatização da referência, na parte final dos documentos.

Em um visual moderno e dinâmico, o Menthor apresenta três categorias de itens para cadastrar na biblioteca bibliográfica, além de campos de preenchimento para registrar os dados essenciais de cada referência. Cada item inserido ou modificado será imediatamente exibido na tela, podendo ser copiado individualmente ou baixado na listagem geral em formato .doc.

Link para acesso: http://menthor.co/

Gostou das dicas? Compartilhe com quem você acha que precisa dessa ajudinha 😉